25 de jul de 2007

COLUNA DO EDIO ELÓI FRIZZO - 31.07.07

FARMÁCIAS E GENÉRICOS / FARMÁCIA POPULARQuando você se dirige a uma farmácia e solicita um medicamento, se o vendedor não lhe oferecer, além das marcas tradicionais, o genérico, desconfie, pois não é vendedor sério. Ele está apenas preocupado em lhe vender um medicamento e não está pensando em você, na sua economia. Pesquise e compare os preços, pois medicamentos de laboratórios específicos custam "o olho da cara" e não têm nada além do que você encontra nos genéricos. Agora, se você ainda não procurou a Farmácia Popular, então coloque as barbas de molho, pois quando você tomar conhecimento do que é a Farmácia Popular... Lá você encontra medicamentos por preços inacreditáveis. Basta ter a receita e comprovar.PEDÁGIOS COMUNITÁRIOS
A incompetência dos dirigentes do DAER chega a surpreender qualquer pessoa. Ocorre que, na nossa luta para acabar com o modelo explorador de pedágios, nos deparamos com o seguinte fato: a tentativa de desmoralizar e acabar com o reconhecimento do pedágio comunitário. No dia 21 de julho passado, no Pedágio Comunitário de Portão, apenas duas cabines estavam funcionando. As filas de veículos eram enormes. A insatisfação, visível. De quem é o interesse em desmoralizar o pedágio comunitário? As respostas precisam ser dadas urgentemente para a comunidade. Precisamos ver o DAER limpo... Uma CPI seria bem-vinda para repintar e limpar os caminhos do DAER. Ah, e quando será que os valores arrecadados pelos pedágios comunitário deixarão de entrar no caixa único do Estado para serem aplicados com a supervisão popular através dos COREDES?SURPREENDENTE AUMENTO DE PARDAIS NA RS-122 E NA 240O aumento de pardais na RS-122 e na RS-240 está assustando os motoristas. Assusta, pois os equipamentos estão sendo instalados e a sinalização contraria a Lei. Coloca-se uma placa, e o pardal centenas de metros adiante. Em dias de chuva, é quase impossível localizá-los. Para os que usam a estrada pela primeira vez, é quase inevitável não levar uma multa de "recordação" e, assim, o nosso Estado começa a ser odiado por motoristas, turistas e cidadãos que nos visitam. Como poderemos mudar a realidade do nosso Estado com esse novo modelo de governo? É a fúria arrecadatória, tão condenada pelo deputado Zachia, hoje chefe da Casa Civil do governo Yeda.PORTO DE RIO GRANDE (?)Por mais que o nosso governo fale em ampliar as instalações do Porto de Rio Grande, por mais que o governo fale em duplicar a BR-116 até Pelotas, por mais que se fale em desenvolvimento, é importante se afirmar que a bola da vez está nos portos de Santa Catarina, pois lá não existem pedágios que exploram as transportadoras. Sabe-se que o pedágio aumenta em aproximadamente 20% o custo do transporte e das mercadorias comercializadas no país. Os portos que estão crescendo mesmo são: São Francisco do Sul, Itajaí e Imbituba. A coisa está tão boa em Santa Catarina que já estão construindo um novo porto: Itapoá, que será privado. Terá condições de receber os maiores navios do mundo, pois o calado natural é de 16 metros. O novo porto catarinense fica a 133 km de Curitiba e fica bem próximo do porto de São Francisco do Sul. Esse crescimento se explica: em Santa Catarina não tem nenhum modelo de pedágio explorador, pelo menos até agora. Sabe-se que o governo LULA planeja a instalação de praças na BR-116 e, quem sabe, o “paraíso” das estradas públicas sem pedágio pode acabar...LEITE 100% MAIS CARO?Qual a explicação que os economistas dão para o aumento do leite? No início do ano se comprava a R$ 0,97/litro e agora, seis meses depois, nos deparamos com valores de até R$ 2,50 por litro. Pergunto: onde está o governo neste momento? Onde estão os estoques reguladores? Pensando na população pobre: quantos deixaram de tomar o leite de cada dia?As explicações poderiam vir apontando para o inverno, para o período de baixa produção e, novamente, perguntamos: os preços irão cair quando o inverno acabar? Ficaremos observando...PLEBISCITOEntidades em nível nacional estão organizando um plebiscito sobre diversos assuntos latentes e, como não poderia deixar de ser, a prorrogação dos contratos dos pedágios no Rio Grande do Sul será um dos assuntos a serem consultados. Temos certeza de que o NÃO, para este modelo explorador, deverá ser bem "vitaminado".
 

3 de jul de 2007

COLUNA DO EDIO ELÓI FRIZZO - 30.06.07

PROFISSÃO ALTERNATIVA: SOBREVIVENTES
Em diversos bairros de nossa cidade podemos encontrar pequenos empreendedores na área de reciclagem. A atividade é importante e está sendo executada por centenas de pessoas em nossa cidade. Porém, precisamos olhar com atenção de que forma este trabalho está sendo realizado. Nos bairros estão se criando verdadeiros "lixões" com ratos, baratas e outros seres mais. Os programas de geração de emprego e renda, no meu entender, poderiam acompanhar estas atividades mais de perto e proporcionar ações por parte da municipalidade para evitar que os problemas de ordem social (perturbações) ocorram pelo descontrole e desorganização dos locais. Atenção, senhores da Secretaria do Meio Ambiente, da Secretaria do Desenvolvimento Econômico e da Codeca, pois ações tardias custam mais e geram maiores transtornos.
CRIME CONTRA O POVO DE CAXIAS DO SUL
Constantemente estamos falando que, dentro de alguns anos, poderemos sofrer com a falta de água. O aquecimento global também está na roda de todas as conversas, porém em nossa cidade, constantemente ouvimos falar em atentados contra o meio ambiente. O Jornal Uno Fato de número 195, de 21 de junho de 2007, denunciou o esgotamento das lagoas que abastecem a represa do Samuara. Este fato é um duro golpe contra o sistema de abastecimento de água do Bairro Desvio Rizzo e Forqueta. Lamentavelmete a omissão é ingrediente deste prato indigesto por parte de setores do Poder Público.
TRABALHO SÉRIO ASSUSTA DEPUTADOS
Para bom entendedor meia palavra basta. Afirmo mais, para bom expectador um pequeno gesto basta. O que foi aquilo na Sessão da CPI na Assembléia quando dois deputados saíram para atender o celular justamente no momento da votação do requerimento que convocaria o ex-ministro Cloraldino Severo? Quanto tempo mais estes deputados vão ficar enganando a população? O que tem por trás destas ações deploráveis?Enquanto alguns tentam aparecer como "papagaio de pirata" divulgando a pseudo-solução e/ou a continuidade da exploração, outros fogem do assunto como o diabo foge da cruz.
CRISE DO APAGÃO AÉREO E SEUS DEFENSORES
Que negócio interessante! A gritaria geral pelos problemas nos aeroportos do país. Todos falam e defendem os usuários como se fosse o fim do mundo. Pessoas chorando e gritando pelos atrasos de horários e por problemas no atendimento...Jornais de todo o país com manchetes nas primeiras páginas. Os telejornais falando no assunto de minuto a minuto. Todos os políticos preocupados com este pequeno percentual de brasileiros desamparados. Engraçado.... tudo isso acontece ao mesmo tempo em que, milhões e milhões de brasileiros ficam horas e horas, dias e dias, meses e meses nas filas dos postos de saúde e dos hospitais, mas nem por isso a gritaria é geral como no caso dos aeroportos. Que país é este que se preocupa de maneira generalizada com o pequeno percentual de brasileiros que ficam algumas horas aguardando nos aeroportos? Que podem voar? Quem vão para o exterior?... Que país é este que ao mesmo tempo esquece literalmente de milhões de doentes, em dificuldades e que não têm dinheiro nem para tomar o ônibus coletivo para ir até o posto de saúde?Que país é este? Que mídia é esta que se interessa mais pelas estripulias da Paris Hilton do que pela proliferação e dissiminação no país do tráfico de drogas e da total falta de segurança da nossa população?
FORA CORRUPTOS
Estamos assistindo todos os dias a denúncias contra velhos coronéis da política nacional e mesmo assim esses "políticos" envolvidos querem resistir estranhamente, como se tudo não passasse de maré baixa momentânea em suas vidas. Não é possível que o cotidiano brasileiro continue a assitir a estas barbaridades dia após dia, sem que haja a reação por parte das diversas instituições constituídas que precisariam se manifestar. Menos mal que a Polícia Federal anda cumprindo o seu papel de forma adequada nesta área.
EXPLOSÃO DEMOGRÁFICA
Falo sobre o assunto com toda a certeza e com conhecimento de causa porque estou envolvido no meu dia-a-dia com as diversas entidades comunitárias de nossa cidade e algumas do Estado. Estou inconformado com o descontrole migratório que vivemos, com milhares de pesssoas chegando em nossa cidade todos os meses e a reação por parte do poder público é apática. Repito: milhares de pessoas estão chegando todos os meses, e não existe por parte to poder público ações para atender toda esta demanda e muito menos para, através de campanhas orientativas, procurar reduzir o processo. Precisamos urgentemente tomar medidas concretas para, pelo menos, exercer um controle direto sobre as chegadas migratórias, ou estaremos apenas assistindo, daqui para frente, a problemas de falta de moradia, emprego, escola, saúde, alimentação, aumento da criminalidade e o descontole absoluto do poder público sobre todas as ações que precisam o gerênciamento público. Pense nisso e fique observando...
COTAS
Quero acreditar que todos os brasileiros querem ver nosso país crescer e prosperar ainda mais. Porém, entendo que nossas diferenças sociais ainda são astronômicas, não existe país no mundo com tanta desigualdade como no Brasil, pois não conseguimos nem taxar as fortunas máximas nem a pobreza mínima. As políticas de cotas nas universidades não deveriam parar só nas universidades. Creio eu que, se metade de nossa população é composta de afrodescendentes e se estes estão na invisibilidade nos postos mais rentáveis, é porque, em algum momento da história, não houve políticas públicas capazes de incluir esta população.Todos sairemos ganhando caso as diferenças sociais, econômicas e culturais vierem a diminuir, pois sonhamos com um país menos vilento, menos desigual e com toda essa gama de diversidade cultural em que vivemos.