22 de fev de 2008

TREM REGIONAL

Caxias do Sul, em junho de 1910, é elevada à categoria de cidade através do Decreto nº 1.607. Nesse mesmo mês tem seu terminal ferroviário inaugurado. Finalmente estávamos ligados à capital do Estado pelos trilhos. A população de 54 mil habitantes vibrava com a modernidade. Muitos copos de vinho foram tomados nos armazéns e bodegas brindando a tão esperada obra. No ano de 1976 o terminal ferroviário de Caxias do Sul foi desativado, e o trem deixou de ser visto ou, se era visto, era visão rara.
Em 2006 o IBGE apontou 415 mil habitantes em Caxias do Sul. Particularmente, acho que milhares ficaram fora dessa conta, mas agora isso não vem ao caso.
Queremos, neste ano, discutir amiúde o trem regional para a serra gaúcha. Está mais do que na hora de começarmos a delinear o que realmente queremos fazer com o patrimônio que antes era da Rede Ferroviária Federal e que está passando para os municípios. Não podemos perder o foco da discussão e transformar problemas herdados em assuntos individuais de cada município, pois nenhum poderá ter uma estrada de ferro só para si. Pensar de forma individualizada é perder a possibilidade de transformar o que surgiu no início da colonização em uma alternativa contemporânea de transporte para diversos fins: turismo, deslocamento de mão-de-obra, transporte de cargas. Existe a consciência de que está arraigado em nosso cotidiano o transporte rodoviário. Mas nem por isso podemos nos desobrigar de discutir de forma responsável o que o desenvolvimento, de longa data, nos deu - os trilhos. Na Serra se discute a construção da via expressa regional, do aeroporto regional e de tantas obras importantes para a Aglomeração Urbana do Nordeste do Rio Grande do Sul. Seria um disparate não discutir o trem regional da serra gaúcha. A Rota do Sol já foi preocupação regional. Está pronta. Serviu para aglutinar as diversas cidades da Serra em busca de sua conclusão. Portanto, esquecer não podemos que são apenas 14 regiões do país que terão a possibilidade de ter investimentos federais para a reativação das vias férreas. Somos privilegiados, pois herdamos uma estrutura antiga, sim, mas herdamos para que nossa criatividade possa produzir frutos não apenas para alguns, mas para todos os municípios envolvidos: Bento Gonçalves, Caxias do Sul, Farroupilha, Flores da Cunha, Garibaldi, Monte Belo do Sul, Nova Pádua, Santa Tereza e São Marcos. São quase 800 mil habitantes que, de forma desejosa, aguardam por respostas corajosas de seus representantes. De maneira alguma desejo ser demagógico ou instigador de ações inatingíveis, pois estou convicto de que está mais do que na hora de concretizarmos o que há muito se fala sobre o esperado trem regional. Temos a possibilidade de ver nossos sonhos concretizados... Querer é poder!

Nenhum comentário: