21 de mar de 2008

PISTA DE EVENTOS

Por Idair Moschen - Ex-Vereador de Caxias do Sul
Recentemente tivemos mais uma demonstração da urgente necessidade de se construir a PISTA MUNICIPAL DE EVENTOS. Grande polêmica se estabeleceu nos meses que antecederam a realização da última Festa da Uva, mas apenas se ouviram palavras vazias e fúteis relacionadas ao assunto. Parecia que apenas se utilizaria a polêmica para promover a Festa, e não para manter em pauta a discussão da necessidade de se construir a tal pista de eventos.
A pergunta mais importante que queremos fazer é: Caxias do Sul comporta uma pista de eventos? A resposta é, com toda a convicção e certeza: SIM! Pois basta olharmos para o número de eventos que realizamos atualmente na Sinimbu para termos essa certeza: DESFILES DE CARROS ALEGÓRICOS DA FESTA DA UVA, SEMANA DA PÁTRIA, SEMANA FARROUPILHA, CARNAVAL e outras aglomerações que ocorrem que poderiam ser realizadas na pista de eventos e não o são, pois não tivemos a coragem de construí-la até o presente.
O trânsito de Caxias do Sul já não comporta mais tantas confusões que são criadas e a incapacidade de se gerenciar tais confusões por parte dos responsáveis. Tudo acontece diante de olhares perplexos de cidadãos e com olhares apáticos, inertes, prostrados da fiscalização de trânsito e das autoridades que o gerenciam. Nada é integrado e, apesar das tentativas de solucionar, nada dá resultado. O caos no trânsito impera nos dias em que os eventos predominam.
Registro que esse assunto é preocupação antiga na Câmara Municipal. No ano de 2006, o vereador Edio Elói Frizzo protocolou o Projeto de Lei nº 27/2006, instituindo a Pista Municipal de Eventos de Caxias do Sul. A sugestão era que se construísse uma pista na Avenida Ruben Bento Alves entre a Rua Moreira César e a Rua Ludovico Cavinatto. Hoje, temos outras alternativas que podem ser avaliadas.
A solução não pode ser mágica. É preciso planejar, integrar eventos e construir com visão de futuro o que a nossa cidade vai precisar em 2020. E se isso não acontecer...? Então o caos vai perdurar de forma acentuada ano após ano. Não podemos aceitar aquelas afirmações de que o “tal caos” faz parte do clima dos eventos. É a afirmação mais fácil e irresponsável dos que não querem entender que Caxias do Sul é uma metrópole e que deixam transparecer a sua incapacidade e os seus pensamentos retrógrados de provincianos que já não mais conseguem inovar.
Quando afirmo que é preciso integrar necessidades, chamo o testemunho do que já é fato em outros locais do país nos quais a estrutura das pistas de eventos estão integradas com escolas, galerias, salões de exposição, centros comunitários, salas de cinema, escolas de teatro, centros coletivos de tradições, postos de saúde, restaurantes comunitários, oficinas de artes e de preparação de carros alegóricos e de tantos outros espaços integrados que poderíamos apontar.
O que você pensa sobre isso? Será que daqui a 20 anos os eventos ainda acontecerão na Sinimbu?

Nenhum comentário: